quarta-feira, 17 de novembro de 2010

PARQUE NACIONAL DA SERRA DA BODOQUENA

Parque Nacional


PARNA da Serra da Bodoquena

Primeira e única unidade de conservação federal de proteção integral localizada totalmente no estado de Mato Grosso do Sul, protege grande parte do maior remanescente de florestas do estado, porção da Mata Atlântica mais a oeste do Brasil, com florestas estacionais e zonas de tensão ecológica na transição com o cerrado.

Informações da Unidade

Chefe: Fernando Correia Villela

Chefe substituto: Miguel Braga Bonilha

Endereço:Rua Olívio Jacques, 795 - Vila Donária - Bonito – MS CEP: 79290-000 Telefone:(67) 3255-3979

Municípios: Bodoquena, Bonito, Porto Murtinho, Jardim - O escritório fica na cidade de Bonito (ainda não há sede na área do parque)

email do Parna: parna.bodoquena@icmbio.gov.br

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

AGTB - Cria central de Informações .

AGTB em acordo com o COMTUR, cria uma central de informações, pois como ainda não está em andamento um novo curso de guias de turismo em Bonito, criamos uma central onde tem como objetivo centralizar as informações para que os atrativos e as agências tenham uma fonte de informação para encontrar os guias de turismo que estão disponiveis para algumas datas especificas. O endereço eletronico e http://sites.google.com/site/bonitoagtb/plantoes assim qualquer pessoa pode consultar a relação dos guias e suas datas de disponibilidade de trabalho. Também temos uma pessoa de Plantão na sede da AGTB na parte da manhã com o MSN; agtbplantao@hotmail.com para auxiliar nesse trabalho. Telefone da sede da AGTB é 3255-1837.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Programa Empreendedor Individual.

Mais 40 atividades incluídas em programa de incentivo


20 de setembro de 2010

Profissionais de mais 40 atividades econômicas que estão na informalidade poderão regularizar sua situação por meio do programa Empreendedor Individual. A inclusão das novas categorias está numa resolução publicada pelo Comitê Gestor do Simples Nacional.

Esses segmentos se juntarão aos outros 400 já inseridos nesse projeto, que prevê incentivos para quem entrar no sistema, como benefícios previdenciários e isenção de tributos federais.

A exemplo dos demais segmentos, eles não precisarão pagar Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL. No aspecto previdenciário, terão direito a aposentadoria por idade, auxílio doença ou maternidade, todos pagos pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Para aderir ao programa, o empreendedor deverá pagar R$ 62,10 por mês, dos quais R$ 56,10 – que são 11% do salário mínimo de R$ 510 – vão para a Previdência, R$ 5 de Imposto Sobre Serviços (ISS) e R$ 1 de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). A adesão começa a ser aceita a partir do dia 1º de dezembro deste ano.

Confira as 40 atividades incluídos no programa:

- abatedor de aves;

- abatedor de aves com comercialização do produto;

- artesão em cimento;

- bike propagandista;

- carroceiros que transportam cargas e mudanças;

- coletor de resíduos não perigosos;

- comerciantes de artigos de bebê;

- comerciante de carvão e lenha;

- comerciantes de cestas de café da manhã ;

- comerciante de inseticidas e raticidas;

- comerciantes de produtos naturais;

- comerciante de produtos para piscinas;

- costureira de roupas sob medida;

- coveiro;

- customizador de roupas;

- disc jockey (DJ);

- dublador;

- editor de vídeo;

- estampador de peças de vestuário;

- esteticista;

- fabricante de velas, inclusive decorativas;

- guia de turismo;

- instalador de equipamentos de segurança domiciliar e empresarial, sem prestação de serviços de vigilância e segurança;

- instaladores de rede de computadores;

- instaladores de rede de antenas de TV;

- locador de instrumentos musicais;

- locutores ao vivo;

- locutores de mensagens fonadas;

- mestres de obras;

- produtor de pedras para construção, não associadas à extração;

- recarregador de cartuchos para equipamentos de informática;

- reparadores de móveis e de toldos;

- reparador de artigos e acessórios do vestuário;

- reparador de cordas, velames e lonas;

- reparador de equipamentos esportivos;

- reparador de equipamentos médico-hospitalares não eletrônicos;

- reparador de guarda-chuvas e sombrinhas;

- reparadores de persianas;

- vendedor de aves vivas, coelhos e outros pequenos animais para alimentação;

- vídeo jockey (VJ).

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

PARCERIA VIABILIZA TOLDO NO RECEPTIVO DA GRUTA LAGO AZUL

Em parceria a AGTB-Associação dos Guias de Turismo e a empresa Vieira & Manze Ltda viabilizaram a instalação de toldos no receptivo da Gruta lago azul, apresentando maior conforto aos visitantes e viabilizando melhor aparencia as pessoas que ali circulam enquanto aguardam o seu horario do passeio.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Ave simbolo de Bonito.



Bonito agora tem Dia Municipal das Aves e sua Ave Símbolo


Na última terça-feira (07) foi aprovado na Câmara Municipal de Bonito o Projeto de Lei do vereador Reginaldo Nunes, mais conhecido como Nandinho dos Correios, que institui o dia 03 de outubro como o Dia Municipal das Aves, e o udu-de-coroa-azul como ave-símbolo da cidade.
A indicação do dia 03 de outubro, proposto por Tietta para ser comemorado o Dia Municipal das Aves, é por estar próximo ao aniversário da cidade (02/10), do dia de São Francisco, protetor dos animais (04/10), e do Dia Nacional das Aves (05/10). Essas datas em sequência poderão ser celebradas com atividades escolares e ambientais, de forma a atrair a atenção de visitantes interessados em observar aves na região.
O udu é uma ave belíssima e bem comum nas matas ciliares da região. Em poucos lugares ela e tão facilmente vista como aqui, podemos vê-la em todos os sítios turísticos, incluindo o Balneário. É muito valorizado pelos observadores e o melhor, ainda não é símbolo de nenhuma cidade onde é registrada. Nosso udu não está ameaçado, mas as populações da mata atlântica nordestina estão em risco.


Observação de Aves na região
O Planalto da Bodoquena abriga a maior extensão de florestas naturais do Mato Grosso do Sul ainda preservadas, protegidas por Unidades de Conservação e extensões de mata dentro de propriedades rurais exploradas pelo turismo. Toda esta riqueza oferece grandes oportunidades para o turismo de observação de aves, uma das atividades de maior crescimento atualmente no Brasil e no mundo, com grande apelo conservacionista devido à necessidade das áreas naturais para diversidade de avifauna em seus variados nichos ecológicos. A região tem grande vocação para esta atividade, visto terem sido registradas até o momento mais de 400 espécies na região, entre elas espécies ameaçadas como a arara-azul (Anodorhynchus hyacinthinus) e endêmicas do Cerrado, como a gralha-do-campo (Cyanocorax cristatellus) e o bico-de-pimenta (Saltator atricollis).


A boa infra-estrutura de Bonito permite a implantação de roteiros para observadores de aves, aumentando a oferta turística da região de forma sustentável. Em pesquisa realizada em 2005, ficou demonstrado o potencial e o interesse de empreendedores, operadoras e guias de turismo em desenvolver esta atividade, ainda que os resultados também tenham indicado carência de roteiros específicos e guias capacitados para a condução dos observadores. Por diversas vezes a região foi citada no Encontro Brasileiro de Observação de Aves/Avistar, evento que acontece desde 2006, mesmo que timidamente representada pelos empresários e guias locais.


Investimento
Em outubro de 2008 foi realizado o primeiro treinamento de guias de turismo para condução de observadores de aves na região, com participação de 18 profissionais. Durante uma semana intensiva de curso, foram apresentados diversos temas ligados à pratica em campo, reconhecimento das espécies, condução de grupos em ambientes naturais e conservação das aves. Foram visitados sete sítios turísticos nos municípios de Bonito, Jardim e Miranda, com identificação de 161 espécies pelos participantes ao longo da semana. Ao final do treinamento, os guias estavam preparados para conduzir observadores de aves, mostrando-se capazes de reconhecer as aves mais comuns da região, atingindo os objetivos do curso.



Entretanto, para atrair o interesse do público internacional e do crescente mercado brasileiro, não basta somente o investimento privado, faz-se necessário o apoio do município a estas ações, divulgando a diversidade e a importância de nossa avifauna.

Segundo a Tietta, "Esta foi uma boa oportunidade não apenas para conseguir apoio futuro da prefeitura na divulgação de Bonito e região como um destino para observação de aves, mas também para motivar atividades de conservação e educação ambiental".


Fonte: Site Atratur


AGTB-Participa Plano desenvolvimento sustentável

PDITS - Polo Serra da Bodoquena

A SEPROTUR e a AGRICON Consultoria realizam uma oficina no dia 06 de Agosto de 2010 para divulgação e validação dos resultados do diagnostico denominado pólo Campo Grande e região. E uma das etapas do processo de elaboração do Plano de desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável da região. Através desta oficina foram levantados vários pontos onde inclusive a falta de novos cursos de guias de turismo no município. Aguardamos as próximas etapas para dimensionar as novas diretrizes do nosso turismo.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Parceria AGTB com Festival de Inverno.


Pelo segundo ano consectivo a AGTB faz parceria com Festival de Inverno de Bonito para promoção e divulgação do evento, como no primeiro ano foi um sucesso.

Com a camiseta os guias de turismo divulgam e preparam os visitantes para o futuro onde muitos acabam retornando para prestigiar o evento.

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Bonito sediará a 1º Feira Ambiental e Social


Em comemoração a Semana do Meio Ambiente, Bonito sediará a 1º Feira Ambiental e Social: Conhecer para Preservar!

Data: 01 e 02 de junho (terça e quarta-feira) das 8 às 20h.
Local: Salão Acácia Branca

Organizada pelo IASB, a feira é inovadora, será enorme (com 720 metros quadrados) e paredes dos stands todas feitas de garrafas PET. Os stands são interativos, com painéis, concursos culturais, exposições, além de muitos brindes para os participantes.

http://www.bonitobrazil.com.br/fotos/arquivos/1593.jpg

Guias de Turismo exemplo para outros estados.



Turismo deve ajudar a preservar a Amazônia
26 de maio de 2010 0h 00

- O Estado de S.Paulo
O turismo tem de ser visto como uma alternativa para o desenvolvimento sustentável da região amazônica. A questão foi tema de um encontro promovido ontem pela Agência de Desenvolvimento do Turismo da Macrorregião Norte (Adetur Amazônia), na Universidade Anhembi-Morumbi, em São Paulo.
Para Aristides Cury, coordenador da Adetur Amazônia, a população que vive na floresta pode ser aliada da conservação se o turismo se tornar algo rentável para os habitantes. Foi o que ocorreu em Bonito (MS), onde os guias de turismo adotam o papel de fiscais - denunciam e impedem a pesca em lugares proibidos, por exemplo.
O maior problema para alavancar o turismo na região amazônica é a falta de estrutura. Em muitas cidades faltam hotéis e voos. E os preços ainda são considerados muito altos. "A Região Norte recebeu em 2007 somente 2% do turismo nacional", diz Cury.
Empresários e governos estão esperançosos de que a situação melhore pelo fato de a Amazônia estar entre as 28 finalistas do concurso "Sete Novas Maravilhas da Natureza", criado pela Fundação New Seven Wonders.


Tópicos: , Vida, Versão impressa
Cícero Tomaz de Oliveira

sábado, 29 de maio de 2010

Finalização do asfalto Bonito-Bodoquena

Quarta-Feira, 26 de Maio de 2010 17h30m
André assina convênio para finalizar pavimentação da rodovia Bonito-Bodoquena

Clique para Ampliar O governador André Puccinelli e o ministro do Turismo, Luiz Pereira Barretto, assinam hoje (26), em São Paulo, convênio para a liberação de recursos na ordem de R$ 18 milhões para a pavimentação do último trecho da MS-178, rodovia que liga Bonito a Bodoquena. O termo vai ser assinado às 18 horas no estande de Mato Grosso do Sul no quinto Salão de Turismo.

A estrada que liga os principais polos turísticos de Mato Grosso do Sul, Bonito e Pantanal, começou a ser executada em novembro do ano passado. Ao todo, para pavimentar os 70 quilômetros da MS-178, serão investidos cerca de R$ 70 milhões.

A implantação da rodovia vai beneficiar diretamente cerca 258 mil pessoas, incluindo a população do município e região, além de fomentar o turismo local, que recebe cerca de 160 mil turistas ao ano.

sexta-feira, 14 de maio de 2010

AGTB - Apoia o próximo curso de Guia de Turismo


AGTB reúne interessados em curso de guia

Nesta quinta a noite de ontem, 53 candidatos a guia de turismo participaram de uma reunião na AGTB (Associação de Guias de Turismo de Bonito) para discutir o possível egresso no curso que terá início neste ano.

Com o objetivo de obter informações mais detalhadas sobre os candidatos e esclarecer dúvidas sobre o curso, a reunião também contou com a participação do secretário municipal de Turismo, Indústria e Comércio de Bonito, Augusto Barbosa Mariano.

O secretário falou sobre a importância do curso de guia de turismo para a cidade, exemplificando os trabalhos realizados e as conquistas alcançadas pela categoria em parceria com a secretaria e a Câmara Municipal. Durante sua fala, Augusto ainda explicou sobre a obrigatoriedade da permanência do aluno na cidade durante o curso.

O curso terá duração de dois anos, onde o aluno pagará mensalidade de R$ 150, incluindo viagens técnicas obrigatórias. As aulas destinadas a 40 alunos começarão no segundo semestre e serão realizadas no campus da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

Diretor do campus da instituição em Bonito, o doutor Noslin de Paula Almeida frisou que na próxima quarta-feira (19) haverá reunião ordinária do Comtur (Conselho Municipal de Turismo de Bonito) para a definição de detalhes pertinentes ao curso de guia de turismo.

Questionado sobre a forma de seleção dos candidatos, Noslin disse que ainda está sendo analisada uma metodologia, mas adiantou que o aluno deverá ter completado o ensino médio e que a seleção dos candidatos será de forma que não onere a instituição e o candidato.

O ex-conselheiro municipal de turismo representante da AGTB e guia de turismo responsável pela articulação do curso, Cícero Tomaz de Oliveira, está satisfeito com a realização da reunião onde foram constatados os perfis e o interesse dos candidatos.

ESCADARIA DA GRUTA LAGO AZUL

Escadaria na Gruta de Bonito, Quando!?!

Um dos mais conhecidos atrativos turísticos de Mato Grosso do Sul, a Gruta do Lago Azul, em Bonito, vai passar a oferecer mais segurança aos visitantes a partir de 2011.

Após cinco anos fazendo caixa, a Prefeitura da cidade encaminha na próxima semana o pedido de autorização legislativa para a implantação de uma escadaria, obra que terá início em maio.

O projeto vai custar R$ 500 mil e compreende também a reforma dos banheiros do atrativo, que passarão a atender às normas de acessibilidade, conta o secretário de Turismo do município, Augusto Barbosa Mariano.

Ele explica que a Prefeitura começou a fazer caixa para a obra em 2005, revertendo os recursos arrecadados com a visitação para a implantação da escadaria, inclusive com a participação direta dos guias de turismo onde abriram mão de uma parte de seus ganhos para colaborar com uma obra imprescindível para segurança dos visitantes.

Mais visitas – A partir da implantação do novo acesso, será solicitado um novo estudo para apontar se a cavidade terá condições de receber mais visitantes ao dia. Hoje a limitação é de 305 pessoas, sendo 15 por grupo. Outra limitação, que será avaliada, é de horário. Por questão de segurança, somente de 7 às 14 horas é permitido o passeio dentro da gruta.
Outro benefício é que a escadaria será circular, o turista entrará por uma extremidade da gruta e saíra por outra o que, espera-se, deve reduzir os impactos, uma vez que hoje o mesmo percurso é utilizado para ida e volta dos grupos. Como atualmente é possível entrar até quatro grupos por vez, com 15 visitantes cada, alguns precisam encostar nas pedras e esperar para descer, enquanto outros visitantes sobem.

Outro ponto alto da escadaria é que os visitante poderão chegar à parte direita da cavidade, contemplando a formação estalactites e estalagmites, que no atual trajeto não é contemplada. “Vai aumentar a segurança, proporcionar mais conforto ao turista que visita, ao guia de turismo que atende o visitante e nos dar capacidade de fazer uma atividade contemplativa com qualidade digna de bonito”, resume o secretário.


Impacto reduzido – Mariano explica que a escadaria será feita com pedras da própria região, semelhantes às existentes na Gruta. Segundo ele, o projeto é do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e
Artístico Nacional), já conta com aprovação de todos os órgãos licenciadores e foi desenvolvido após amplo estudo, que toma como base até mesmo o trabalho de cantaria e pedraria desenvolvido em Machu Picchu, no Peru.

Apesar disso, Mariano afirma que a intenção é fazer as intervenções sem interromper as visitações. “Não vamos ter pressa, vamos sempre respeitar o meio ambiente e a segurança das pessoas envolvidas. Já esperamos até agora”, finaliza.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

AGTB 15 Anos

AGTB comemora 15 anos de fundação

Na noite deste sábado (7), a Associação dos Guias de Turismo de Bonito comemorou nas dependências do Clube de Laço Nabileque, o décimo quinto aniversário.

A noite foi em clima de festa, onde várias personalidades foram homenageadas pelos trabalhos prestados em prol do turismo na cidade de Bonito.

Destacamos a presença da presidenta da Fundação de Turismo do Estado de Mato Grosso do Sul, Nilde Brum, do vice-prefeito de Bonito, Odilson Arruda Soares e da coordenadora do Ipham/MS, Maria Margareth Escobar.

Autor/Fonte: Redação - AGORA BONITO
Foto: Sérgio da Gruta

CANAL DE COMUNICAÇÃO

A empresa L & W Consultoria está auxiliando a Agtb, Associação de guias de turismo de Bonito, a se preparar para o futuro, através do associado e vice presidente estamos melhorando toda parte de informatização da Associação.